⚠️ Um Aviso Importante ⚠️


Você não precisa pesar 54kg para ser feliz.

  Quando eu era criança e estava lá curtindo a minha fase de fã do RBD eu ficava embasbacada com o corpo de Mia Colucci. Quando a gente brincava de ser o RBD na escola eu sempre era a Roberta, e amava isso porque eu achava ela demais e linda pra caramba, mas a Mia que era a estrela da banda, logo todas as meninas queriam ser como ela.

  Alguns anos se passaram e eu descobri pela internet que a atriz sofria de anorexia, e que o coração dela chegou parar de bater quando certa vez ela chegou pesar 34kg. TRINTA E QUATRO KG! O corpo não aguentava mais, o coração parou.

Você está insatisfeita com seu corpo?

Mas é claro que vai estar. A maioria de nós, tanto mulheres quanto homens, está.

  Fomos programados pela TV, pelas revistas, pelos clipes de música, concursos de beleza que se não estivermos naquele padrão "magro, cabelos lisos, rosto simétrico" , seremos considerados "feios" e que outras pessoas também acharão isso de nós. E isso causa uma baita insegurança na gente.

  A Comparação foi uma das piores coisas que o ser humano já inventou.



  Não tem problema você querer ter qualidade de vida e diminuir a quantidade de gordura e açúcar que ingere, e não tem problema você pesar 54kg se isso for natural para o seu corpo, estiver na sua genética. O problema é você querer ter 54kg porque você acha que se você se parecesse mais com a Kendall Jenner você seria mais feliz. Cuidado! Isso pode ser perigoso tanto fisicamente quanto psicologicamente.

  Tenho amigas que sempre foram muito magras, mas que não estavam contentes com o corpo delas, então começaram a se exercitar na academia e hoje em dia se sentem muito felizes consigo mesmas.

  A questão toda é você gostar de si mesmo.

  Amor próprio é você se amar e então ensinar aos outros como eles devem te amar do jeito que você é!




  Eu sou a Bruna, Bruna Sales Piva. Eu me pareço com meu pai, herdei vários traços da minha mãe. Tenho a altura das minhas tias. Eu posso não ser parecida com a Angelina Jolie, mas sou linda pra caramba. Estou aprendendo a conviver comigo mesma desde que me entendo por gente... É bem difícil, às vezes, mas Essa é quem sou.




  Por isso, não se esqueça, caro leitor, 

  "Amor próprio é você se amar e então ensinar aos outros como eles devem te amar do jeito que você é!"

  Suas particularidades são apenas suas,
  Cuide-se ♥

Com amor,
Bru.


Vídeo mó legal pra você assistir:

Compartilhe:

2 comentários

  1. Olááá! Que texto inspirador, engraçado como as coisas são, né? A gente nunca tá satisfeito com nada, eu peso 50 kg, tenho 20 anos e uma das minhas metas do momento é ganhar massa, engordar, enquanto muitas meninas por aí, inclusive amigas minhas, almejam emagrecer, pesar os tal 50 kg, enfim o único modo pra alcançar a felicidade é a auto aceitação, seu texto foi de muita utilidade pra mim <3 Beijos e amei conhecer seu blog :)

    https://sejaumunicornio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Minina, eu nunca quis ser a Mia justamente por que achava ela extremamente magra :O Desde criança eu sempre fui muito magrinha, na adolescência eu só tinha peito, o resto do meu corpo era magro e desproporcional, e eu odiava. Detestava ter pernas e braços finos e ser desprovida de quadril. Quando cheguei na casa dos vinte anos de idade, como efeito de alguns remédios que tomo até hoje, passei a engordar super rápido, e comecei tbm a desprezar meu corpo, de super magra, engordei 20kg em um ano e passei a me considerar gorda. Aí eu parei pra pensar que mesmo magra eu não gostava do meu corpo antes, e agora que eu tinha coxas carnudas, ombros largos e quadril, eu estava novamente reclamando, cheguei a conclusão de que isso acontece exatamente pelo que vc falou no post, somos programados por propagandas, tv, pela mídia no geral. Então eu estou diariamente desenvolvendo meu amor próprio, concordo plenamente com seu post.
    Beijo, www.apenasleiteepimenta.com.br

    ResponderExcluir