Aquela garota se foi..


|Foto:@pathycardoso|


Esses dias atrás, em um domingo chuvoso, me senti nostálgica e até meio deprimida .
Teve lágrimas, aquela música e minha janela , teve eu enrolada em um edredom macio perdida em meus sonhos e com um medo filho da puta de tudo dar errado.
Naquele dia eu olhei fotos antigas de quando eu era boxeadora e tinha cabelo cinza.
Eu era alguém diferente  e naquele texto, daquele domingo ,eu me perguntei : Quando foi que eu deixei de ser a garota do cabelo cinza com mexas roxas que lutava boxa e ligava o foda-se ?
Naquele dia eu me afundei em pensamentos  tentando encontrar a essência daquela versão de mim.
E cheguei a conclusão que  a garota d cabelo cinza se foi pra nunca mais voltar.
É isso mesmo, aquela garota se foi e no lugar dela nasceu alguém que não tem muitas certezas.
Pode parecer uma troca estupida ,e as vezes acho que você pode ter razão, eu me importo com que antes eu ligava o foda-se e ligo o foda-se para o que antes me importava.
A verdade é que aquela garota "legal, gente boa e pau pra toda obra" descobriu que precisava ser melhor, ser quem realmente era. Ela descobriu que se esconder atras de uma cabelo descolado e daquela velha conhecida pose de rebelde com causa não lhe fazia bem.
Ela descobriu que admitir seus sentimentos e sua verdadeira essência era libertador, confessar que não ama, que não se importa, que está cansada, assumir o choro e a cara inchada depois de uma noite de crise era libertador.
Desistir ,se perder , quebrar a cara e se encontrar
pra depois se perder de novo, tudo isso ciclicamente.Isso é a vida.
Aquela garota não tinha a coragem que tem hoje, ela poderia se ferir menos por  fingir não se importar mas com certeza ela é mais humana hoje que se permite , aos poucos, sentir.
Eu sei que a morena que nasceu no lugar do meu antigo eu parece só sofrer, chorar,reclamar e achar que o mundo está desabando. Eu sei que talvez pareça ter sido estupidez todo o caminho que eu percorri até ser quem sou hoje, mas a verdade é que escolhi mostrar o que eu guardava em mim.
Eu só parei de me esconder atrás das coisas e passei a expor a realidade por mais merda que seja.
As vezes bate saudade daquela época porque tudo parecia ser tão fácil.
Aquela garota de cabelo cinza foi necessário no meu caminho para eu ser quem sou hoje.
Os erros dela, os acertos dela me ajudaram a amadurecer, a ser mais cautelosa , a ser uma pessoa melhor.
Só que os anos passaram, a idade chegou,o contexto mudou, a vida adulta bateu na porta e aquela garota nunca esteve pronta pra tanta responsabilidades ,perdas e problemas.
Aquela garota se escondia atras do que ela achava ser o produto que todos gostariam de ver. A rebeldia era seu remédio.
Mas com o tempo ela descobriu que não é bem assim. A vida não é como em um treino de Boxe onde você não pode acertar o adversário com força.
A vida é uma luta real onde seu adversário não para enquanto não te leva ao chão.
Nessa luta você não tem  tempo pra descanso, não tem massagem pra relaxar, não tem pausa pra água, não tem regras.
E você precisa ser forte pra não ir a lona.
Coisas assim fizeram aquela garota de cabelo cinza ir embora.
Ela não suportaria esse contexto novo. Eu aguento ele , por isso surgi no lugar de quem sempre fui.
E as vezes bate saudade daquela época, sempre vai bater saudade, vou olhar as fotos, ouvir as musicas que um dia foram minhas favoritas, assistirei filmes que hoje  já não me agradam mas que pra aquela garota era tudo, vou viver um pouco da nostalgia e sentirei aquele gostinho de gratidão por ter sido quem fui e por as consequências disso ter me transformado em quem sou hoje.
Talvez uma garota não tão legal, mas uma garota que aguenta firme.
É , não dianta perguntar porque eu deixei de ser quem eu sou mais.
Não vou ficar tentando ser quem um dia eu fui.
Como meu amigo italiano me disse uma vez "A vida é uma viagem'', e eu não posso ficar parada no mesmo ponto fazendo o mesmo percurso.
Aquela garota se foi pra nunca mais voltar.

Compartilhe:

0 comentários