#10 - Trip Diary: Tenth Day

Yo Pessoas!

Desculpem por não ter postado ontem. Acabei me enrolando e não conseguindo postar antes de ir para a faculdade, e como eu chego muito tarde, preferi deixar para postar hoje.
Mas, vamos lá:
***Décimo dia em Nova Iorque. Um sonho, não é?! Vou já lhes contar mais sobre este dias, mas antes, gostaria de saber a opinião de vocês: o que vocês, estão achando?
 Deixem seu comentário, que ficarei muito feliz em saber a opinião de vocês 

E caso queiram ver como foram os dias anteriores, aqui estão:
☆ Como Tudo Começou - Aqui 
☆ Primeiro Dia - Aqui 
☆ Segundo Dia - Aqui 
  ☆ Terceiro Dia - Aqui   
  ☆ Quarto Dia - Aqui   
  ☆ Quinto Dia - Aqui   
  ☆ Sexto Dia - Aqui   
☆ Sétimo Dia - Aqui 
 ☆ Oitavo Dia - Aqui  
☆ Nono Dia - Aqui  

Let's Go!


☆ The Tenth Day 



  19 de maio de 2014
Querido diário,

Hoje tomamos o café da manhã no hostel. Levantamos cedo, como de costume, ainda mais hoje. Nossa agenda está lotada de coisas legais para fazer e lugares para conhecer. Terminando de comer, fomos fazer uma caminhada até o Central Park.
O Central Park é um lugar incrível! Ele é como um oásis no deserto. Quando entramos lá, tive a sensação de estar em um lugar completamente diferente da cidade agitada. Ali pareci que o tempo corria lentamente. Estava fresco e haviam muitas árvores por toda parte. Andamos por toda parte. Havia ali no de todo aquele verde, uma miniatura de castelo. Na verdade, estava mais para uma torre apenas. Entramos e, chegando lá em cima, cantamos o “Parabéns Pra Você” para nossa guia Kristin, que fazia aniversário hoje. Eu havia feito um desenho dela na noite passada e aproveitei para entregar-lhe como uma lembrancinha. Ela adorou. Feito isso, aproveitamos a bela vista dali de cima e tiramos muitas fotos. Lá em baixo, vi um palco sendo montado. Nos falaram que a cantora Jennifer Lopez apresentaria ali aquela noite. Apesar de estar bem perto de nós o palco, nem fomos em sua direção. Saindo da torre fomos brincar. Encontramos um espaço à céu aberto com uma grama baixa e bem verdinha. Haviam algumas árvores por perto, mas havia bastante espaço livre, o que nos deu a oportunidade de jogarmos disco (há um outro nome para essa brincadeira, mas não me lembro >..<). Ficamos um tempo ali brincando e depois nossos guias nos conduziram até umas pedras à margem de um rio. Teríamos uma hora para ficarmos ali e aproveitarmos esse tempo como quiséssemos. Enquanto meus amigos se reuniram para conversar, eu tirei algumas fotos com eles e depois me afastei um pouco, indo me sentar em uma pedra bem pertinho do rio. Peguei um papel e um lápis na minha bolça e fiz um desenho do cenário. Haviam muitas árvores na outra margem e, perto de onde eu estava, alguns patinhos nadavam. Haviam pessoas remando em pequenos barcos à minha frente. Seguindo em direção oeste da posição em que eu me encontrava, havia uma ponte onde algumas pessoas estavam paradas observando o curso da água. Enquanto desenhava, percebi que algumas das pessoas que passavam à barco sobre mim, tiravam fotos de mim. Quando virei o rosto por um momento, vi que outras que estavam perto de mim também me fotografavam. Não puder evitar um sorriso quando flagrei um rapaz tirando uma foto minha. Ele sorriu de volta e depois acenou para mim. Retribuí o aceno e voltei minha concentração para meu desenho.
Saindo do parque, fomos caminhando até uma das maiores igrejas católicas dos EUA, a Catedral de São Patrício. Uma construção que chama toda atenção há metros de distância. Em meio à vários prédios modernos, a catedral se ergue majestosamente. Sua arquitetura gótica me impressionou. Eu sempre amei construções desse estilo, mas era a primeira vez que via uma catedral nesse estilo tão de perto. Passamos pelo jardim lateral onde havia um chafariz e algumas gárgulas. Assim que coloquei o pé no lugar, já estava tirando milhares de fotos. Dentro da catedral parecia que era noite. As poucas janelas que tinha eram quadros religiosos em lindos mosaicos de vidro colorido, de forma que a luz que entrava ali era em diferentes cores, me dando a sensação de uma luz sobrenatural. Havia uma parede quase toda em ouro. Atravessei a nave central parando no altar. A minha esquerda estava um enorme órgão e a minha direita cadeiras de madeira posicionadas em um tipo de escada, me lembrando muito aqueles tribunais antigos. A minha frente estava o coro, com um grande vitral colorido ao fundo. Haviam velas por toda parte. Era tudo muito lindo! Depois de explorar quase toda a igreja e tirar inúmeras fotos, nos reunimos do lado de fora.
Da catedral fomos para o Museu de História Natural. Era imenso! E exatamente o mesmo do filme Uma Noite no Museu. Enquanto andava pelas sessões, era como se fosse uma figurante do filme kkkk. Tivemos apenas três horas para explorar o museu. Eu vi toda a parte da fauna e flora, os diversos acervos que representavam cenas do reino animal e outros de vários períodos históricos. Vi também a sessão do Presidente Theodore Roosevelt e, obviamente, TODA a sessão dos dinossauros. Eu poderia ficar ali o ano inteiro! Toda aquela história, todos aqueles acervos e exposições! Tanta coisa legal! FOI INCRÍVEL! O tempo, no entanto, pareceu voar. Haviam três andares e eu vira nem um inteiro. Era muita coisa! Gostaria de ter visto tudo. Houve uma pausa para o almoço lá dentro e fui comer pizza. Nós brasileiros, pelo menos eu e boa parte das pessoas que eu conheço, quando vamos comer pizza, colocamos ketchup e maionese na pizza. Enquanto comia minha fatia com muito ketchup e maionese, na mesa ao lado ouvi uma mulher dizer que aquilo era entranho. Ignorei ela e coloquei ainda mais desses dois na minha pizza. Estava delicioso! u.u
Saindo do museu, fomos para uma estação de metrô e fomos conhecer o memorial das Torres Gêmeas. O clima ali era muito trite. Onde estavam as torres haviam dois grandes buracos por onde escorria água que era como infindáveis lagrimas por tantas vidas perdidas em um único dia e de forma tão trágica. Em volta, separando as pessoas do fosso, muretas de mármore negra onde estavam gravados os nomes de todas as pessoas que morreram ali. Em alguns noves vi flores. Foi realmente algo comovente.
Do memorial,  fomos para um porte onde pegamos um navio que nos levou ao ladinho da Estátua da Liberdade. Nosso passeio, no entanto, não incluía uma pausa na ilha onde estava estatua, por isso, foi o mais perto que chegamos dela. Vimos o pôr do sol do navio e foi lindo!
Do porto, fomos jantar em uma lanchonete perto dali e de lá fomos conhecer o famoso Empire State! Lá dentro estava CHEIO de gente. Ficamos mais de 30 minutos em longas filas até chegamos ao elevador. Quando chegou nossa vez, subimos mais um bom grupo de pessoas até o 83° andar. Lá em cima, a céu aberto, estava um frio de congelar! Mas o grande fluxo de pessoas ajudou a manter a temperatura suportável. Cheguei perto dos guarda-corpos (que mais pareciam muros, pois chegavam a altura do meu pescoço) e a vista era de tirar o folego! Tirei muitas fotos também (a maioria não prestou kkkkk T^T).

Quando finalmente saímos de lá, pegamos um metrô de volta para o hostel. Já passavam das 2 da madrugada! Fomos para nossos quarto, tomei um banho e fui dormir.


☆ Algumas Fotos 


(Amo essas plaquinhas *v*)

(Brincadeiras ao ar livre)


(A torre perdida kkkkk)













(Para quem já assistiu a série Seinfeld, esse é o mesmo restaurante em que foi gravado o no Monk’s Coffee Shop,  em que Jerry se encontra com os amigos em todo o episódio)


(Catedral São Patrício)





(Olha esses detalhes! *v*)













(Ouro *¬*)

















(Museu De História Natural - Nova Iorque)










(Ala da Fauna)




(Mamutes!)

(Ala dos Dinossauros *---------*)













(Agora acreditam que o Monstro do Lago Ness existiu?! kkkkk)










(A caminho do Memorial das Torres Gêmeas...)




(Memorial das Torres Gêmeas)






(Passeio no navio)



(Vista do 83° andar do Empire State)





video

(Ensinando ao nosso guia Patrick a musiquinha do "Nós andamos iguais" kkkkkk)

***
E é isso aí pessoal. Esse foi o oitavo dia do  meu intercambio nos EUA.
Espero que tenham gostado.
E a todos que estão acompanhando essa tag:
video

Amanhã ainda tem mais. O ultimo dia em Nova Iorque e, desta forma, nos EUA. Não deixem de ler também!
Beijinhos, Tayná ♥

Compartilhe:

0 comentários