#08 - Trip Diary: Eighth Day

E chegamos ao oitavo dia de viagem.
Estão gostando? Deixem seu comentário, que ficarei muito feliz em saber a opinião de vocês 

E caso queiram ver como foram os dias anteriores, aqui estão:
☆ Como Tudo Começou - Aqui 
☆ Primeiro Dia - Aqui 
☆ Segundo Dia - Aqui 
  ☆ Terceiro Dia - Aqui   
  ☆ Quarto Dia - Aqui   
  ☆ Quinto Dia - Aqui   
  ☆ Sexto Dia - Aqui  
☆ Sétimo Dia - Aqui

Let's Go!


☆ The Eighth Day 





17 de maio de 2014

Querido diário,
Hoje o dia foi cheio de atividades legais!
Após acordar e me arrumar, cedo (como de costume), me reuni com a galera na recepção da escola para esperamos nossa van chegar. Fomos tomar café da manhã em um cenário de filmes de faroeste. Foi fantástico! Era como um condomínio fechado, onde todas as construções eram exatamente como as dos filmes de cowboys. No restaurante, comemos uma bela porção de panquecas com linguiça - bem diferente do que estou acostumada a comer em um café da manhã, mas estava maravilhosa a refeição. Depois tiramos MUITAS fotos por toda parte.
De lá, fomos conhecer um zoológico. Fizemos um passeio de carro passando muitíssimo perto de enormes ursos, leoas, lobos e cervos. Houve um urso muito esperto: no meio do percurso ele bloqueou nossa passagem, passando de um lado para o outro na frente do nosso carro. Ele só saiu de lá quando jogamos um bocado de pães para ele. Foi muito engraçado. Depois do passeio de carro, fomos caminhar pelo restante do zoológico e vimos vários filhotinhos de urso, raposas, filhotes de lobo e outros. MUITO FOFINHOS!!! Se eu pudesse teria pego uns pra mim kkkkk.
Do zoológico fomos ao museu de Rapid City. Na entrada, logo de cara, vimos mais um crânio de Triceratops. Tinha muita coisa para ser explorado ali, mas começamos seguindo o cronograma: fomos assistir um filme no cinema dali. O filme era outro no estilo documentário, falando sobre a história da cidade e seus pioneiros. Quando acabou, fomos conduzidos por nossos guias e os do museu por uma porta nos fundos da sala, perto da grande tela em que acabáramos de ver o filme. A porta dava para um túnel completamente preto, porém com várias luzes nas paredes e teto, simulando perfeitamente um céu noturno repleto de estrelas. O túnel terminava em uma sala bem espaçosa e clara, onde haviam um acervo representando o período jurássico. Estamos em uma linha do tempo.  Havia um dinossauro, um Tiranossauro Rex que, vez ou outra, soltava um rugido assustador e ainda se mexia! Foi bem divertido! Seguindo em frente, encontramos vários ossos de dinossauros que foram encontrados ali, bem como os de mamutes. Nessa sala com os esqueletos dessas enormes criaturas, haviam por toda parte textos informativos contando-nos sobre cada um deles e havia também uma grande caixa com rochas nas quais haviam esqueletos grudados, com terra superficialmente por cima e algumas ferramentas arqueólogas para os visitantes fazerem suas próprias escavações e descobertas. Eu  fiquei muito tempo por ali, admirando e realizando um sonho de ver de pertinho os ossos dessas criaturas fantásticas que viveram sobre a terra a milhares de anos. Continuando a visita, vimos a evolução da civilização – desde os indígenas até a atualidade. Cada acervo era um grande cenário da época que representava e nos dava a sensação de estar vivendo mesmo cada período daqueles. Entramos em uma tenda indígena, em casas e lojas que representavam um período passado (não sei dizer ao certo qual, porque aí já estávamos todos espalhados, explorando o museu por nós mesmos). Havia um loja de madeira cheia de coisas e muitas aves empanadas, inclusive vários tipos de corujas; senti como se estivesse em uma das lojinhas do Beco Diagonal kkkkkk. Vi também algumas outras sessões onde haviam inúmeros utensílios antigos, como os de médicos e dentistas – assustadores por sinal kkkkk. Ao terminar de ver tudo, fui na loja de conveniências do museu comprar lembranças e comprei uma linda ampulheta do tempo! Ganhamos uma sacolinha surpresa também, onde haviam várias lembrancinhas separados pelo pessoal da loja para nosso grupo. Eles foram uns fofos com a gente! Amei aquela visita!
Saindo do museu, fomos a uma praça sermos voluntários de uma campanha contra a violência dentro de casa. Havia bastante gente lá e um palco montando onde um cover do Elvis Presley estava apresentando e animando a galera. Ele era muito bom! Nossa missão na verdade estava mais para a missão dos homens: Todos os homens foram convocados a colocarem um salto alto vermelho e fazer uma caminhada pelo parque em forma de protesto contra a violência conta a mulher. Haviam uns caras muito engraçados, com meias bem chamativas por baixo dos scarpins vermelhos oferecidos pela organização para a caminhada. Ninguém escapou, nem os meus amigos que faziam o intercambio comigo, nem o professor Djair, nem o nosso guia e nem os mais velhos que estavam lá. Nós, garotas, ajudamos eles a manterem o equilíbrio e fazer todo o percurso. Foi muito engraçado e o legal é que todos participaram. Ao final, comemos pizza e bebemos refrigerante. Dançamos e cantamos o bom e velho rock de Elvis e batemos um papo legal com o cover (que adorou conhecer brasileiros por ali kkkk). Ele disse que ama a animação dos brasileiros e que somos um povo realmente receptivo e extrovertido. Senti vontade de colocar ele em um potinho e levar para casa! Muito fofo e simpático! :)
Saindo de lá andamos um pouco pela cidade (por onde havia estátuas de famosos americanos – dentre eles uma de Theodore Roosevelt). Passamos por uma praça onde estava sendo montando um palco para um show de uma banda de rock local (vi de longe o guitarrista e vocalista – lindos!) e fizemos algumas comprinhas.
Quase no final da tarde, fomos conhecer a casa de uma senhora que também já havia participado de um intercâmbio, vindo ao Rio de Janeiro em 1970. A casa dela era linda e muito aconchegante. Ela me contou que quando veio ao Brasil, o que mais lhe chamou atenção dela foram vários sapatos jogados no Cristo Redentor. Ela disse que quando foi perguntar por que eles estavam ali foi repreendida, pois tratava-se de um protesto contra a ditadura (que mesmo tendo “acabado” ainda deixara suas sequelas no Rio). Ela nos mostrou também várias fotos de seu intercâmbio e contou suas aventuras. Mais tarde, nos ofereceu um MARAVILHOSO jantar (sanduíches divinos!).
Ao saírmos da casa dela já estava escuro e pensei que iríamos para a escola, mas fui surpreendida. De lá, nos levaram para um ginásio de patinação no gelo! Cara, nunca fiquei tão feliz! Eu sempre tinha sonhado em patinar no gelo! Eu já andara muito de patins quando pequena, mas nada se comparava ao sonho de um dia fazer aqui no gelo, como as atletas que eu via na televisão nas Olimpíadas de Inverno.
Estava um pouco cheio o lugar. Colocamos nossos patins e fomos para a pista. Foi engraçado. Muitos, mesmo usando o apoio para iniciantes, acabavam escorregando e lutavam para manter o equilíbrio. Fiquei um pouco apreensiva antes de pisar na pista, mas assim que entrei, senti como se soubesse exatamente o que estava fazendo. Era minha primeira vez patinando no gelo, mas era como se eu já soubesse há muito tempo! Acho que os anos andando de patins me foram muito úteis. Nem precisei dos apoios, simplesmente sai deslizando no gelo. Meus amigos e os guias ficaram supresos. Havia no entanto uma grande diferença dos patins com rodas e tive dificuldades para frear. Quando queria parar, eu fiz alguns giros para perder o impulso. Isso chamou a atenção de um dos rapazes que trabalhavam lá. Ele estava ali ajudando os iniciantes, mas veio conversar comigo. Ele disse que eu patinava muito bem e perguntou se eu praticava muito. Eu contei a ele que eu morava no Brasil, na região norte, onde a neve nem sonha em passar perto (kkkk). Ele riu e me deu algumas dicas. Foi muito divertido! EU ADOREI! Só saímos de lá quando eles estavam fechando.
Voltamos para a escola. Arrumei minhas malas ainda na euforia do dia. Tive um pouco de dificuldade para conseguir dormir, ainda estava muito agitada. Mas o cansaço chegou e acabei capotando algumas horas depois.



☆ Algumas Fotos 



(Esperando a van para irmos tomar café da manhã)





(Café da manhã no "faroeste" kkkk)



















(o Zé Coméia espertinho kkkk)

("Me deixem em paz humanos!" kkkkk)





(Coisas mais fofinhas!! Vontade de roubar um pra mim! >..< 
me lembrei do filme Irmãos Ursos ♥)








(Literalmente: abraço de urso ♥)
























(Edwiges? kkk)














(Lojinha de Coveniencias do Museus - Sessão Kids ueheuehue)

(Couves Elves)












(Cumprimentando John Adms :p)


(Com o tio Thed ^v^)

(Preparações para o show de rock)

(Lojinhas na cidade)


(O Paraíso das Miçangas!)



(Patinando no gelo ♥w♥)

video
(Caminho das estrelas - Museu de Rapid City)

video
(Barulhos dos dinos e... um intruso >..<)

E é isso aí pessoal. Esse foi o oitavo dia do  meu intercambio nos EUA.
Espero que tenham gostado.
Amanhã tem mais :3
Beijinhos, Tayná ♥

Compartilhe:

0 comentários