10 GRANDES CENAS DE FILMES DE SUPER-HERÓIS QUE NÃO ESTAVAM NO ROTEIRO!


Independente de outros aspectos, quando se fala de filmes baseados em quadrinhos, um grande ponto que precisa ser bem trabalhado é o roteiro. Porém, às vezes, os diretores e o elenco tomam certas liberdades em relação ao que está no papel... e o resultado acaba saindo extraordinário!
Nessa lista, temos 10 cenas de filmes de super-heróis que originalmente não estavam no roteiro e foram improvisadas no set durante as filmagens!

A explosão do hospital - Batman: O Cavaleiro das Trevas
Para começar, temos o memorável Heath Ledger no papel de Coringa em Batman: O Cavaleiro das Trevas. Numa das cenas mais chocantes do filme, o Palhaço do Crime invade um hospital - onde está Harvey Dent e resolve explodir o local.
Vemos o Coringa saindo do hospital e apertando o detonador... mas a explosão acabou acontecendo só segundos depois. Nesse meio tempo, Heath improvisou toda a reação de surpresa do vilão ao ver que o prédio não explodiu. Até mesmo o susto quando tudo finalmente vem abaixo foi real. Um sortudo acaso do destino, já que a cena jamais poderia ser refeita caso desse errado.

O insaciável apetite de Tony Stark - Os Vingadores
Robert Downey Jr. é conhecido por seu humor excêntrico nos sets de filmagem. Para a gravação de Os Vingadores, o ator constantemente pedia várias caixas de junk food e devorava tudo entre os takes.
Porém, certa vez, quando gravava a cena que acontece após a chegada de Tony ao aeroporta-aviões da SHIELD, Robert levou consigo um saquinho de blueberries e, sem se dar conta, ofereceu a Mark Ruffalo e a Chris Evans durante as filmagens. O resultado final acabou indo para o filme e é um detalhe que ajuda a compor a personalidade egomaníaca de Tony Stark.

Bane toma conta do estádio - Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge
Ainda que não seja um vilão tão insano e imprevisível como o Coringa, o Bane também foi protagonista de uma improvisação memorável. Antes de explodir o estádio de futebol americano durante uma partida decisiva, o vilão espera por uma criança cantando o hino nacional.
Em vez de apenas ficar em silêncio, Tom Hardyimprovisou a frase "Que voz adorável", se referindo ao garoto cantando. A cena ficou tão orgânica que foi para o filme, e até hoje, muitos relembram e repetem a frase com o sotaque abafado do vilão.


Charles e Erik vão atrás de Logan - X-Men: Primeira Classe
Outra frase memorável improvisada por seus atores acontece na breve participação especial do Wolverine em Primeira Classe. Ao ser encontrado pelo Professor X e pelo Magneto, que estavam procurando por novos recrutas mutantes, o herói sequer deixa os dois terminarem sua proposta e solta um "Go fuck yourselves", que apesar da tradução original censurada, significa "Vão se foder".
Vale notar que foi a primeira vez que a palavra "fuck" foi usada em um filme da Marvel e que a cena gravada, inicialmente, era apenas um ensaio para decidir o que o Wolverine deveria falar. Um ensaio que acabou integrando o corte final do filme!

Weasel xinga Wade - Deadpool
Deadpool é definitivamente um dos filmes mais memoráveis do ano, por saber mesclar bem o "gênero" de super-heróis com a comédia com um viés mais adulto. E grande parte da comédia do filme saiu da boca de T.J. Miller, que interpreta Weasel.
Uma de suas cenas mais engraçadas se dá quando ele vê o rosto de Wade Wilson após a experiência que o transformou no Deadpool. Ele começa a insultar o amigo, de modo que apenas um ou dois xingamentos vão para o filme. Porém, o ator chegou a gravar mais de uma dezena de frases... nenhuma delas presente no roteiro do filme.

As acusações sobre Peter Quill - Guardiões da Galáxia
Após Gamora, Rocket Raccoon, Groot e Senhor das Estrelas serem capturados pela Tropa Nova, os quatro "criminosos" são colocados contra a parede e suas acusações são levantadas. Enquanto os oficiais falam do outro lado, Peter Quill começa a fazer um gesto obsceno e termina com a brilhante frase "Ah, eu não sabia que essa máquina funcionava".
A cena, assim como as piadas referentes a Jackson Pollock e a cena do Rocky Racum levantando, foram improvisações encorajadas pelo diretor do filme, James Gunn.

Uma dança com o demônio - Batman
Mesmo personagem, diferente versão. Interpretado inicialmente por Jack Nicholson no primeiro filme do Batman de Tim Burton, o personagem ficou marcado por uma cena memorável e impactante. Aqui, o personagem faz uma breve pergunta a Bruce Wayne - "Você já dançou com o demônio sob a luz do luar?", e logo em seguida atira no herói.
Segundo Nicholson, a frase foi improvisada, bem como os passos de dança do vilão que sucederam a cena. Tudo isso porque o ator tinha uma vontade muito grande de trabalhar com o fato do Coringa ser um personagem completamente imprevisível e com um senso de humor estranho.

Peter Parker testa sua teia - Homem-Aranha
Possivelmente uma das cenas mais especiais do primeiro filme do Homem-Aranha, assim que Peter descobre seus poderes aracnídeos, ele vai ao topo de um prédio e começa a testar maneiras de conseguir atirar sua teia. Nessa hora, o diretor Sam Raimi deu a Tobey Maguire toda a liberdade de testar novas frases e posições com a mão.
O ator aproveitou o momento para soltar alguns easter-eggs de outros heróis de quadrinhos, como "Para o alto e avante" do Superman e o sempre memorável "SHAZAM!"

Tony e Obadiah - Homem de Ferro
Apesar de ser um filme pioneiro ao definir tudo que aconteceria no Universo Cinematográfico da MarvelHomem de Ferro é um caso especial de acaso e muita sorte. Quando as filmagens começaram, o filme sequer tinha seu roteiro finalizado, o que significa que muitas cenas foram decididas pouco antes de serem gravadas.
Uma das cenas mais impressionantes, no que diz respeito a isso, foi o encontro entre Obadiah Stane e Tony Stark, onde Stane revela seus propósitos malignos. Pouco da cena tinha sido escrito e ficou a encargo de Robert Downey Jr. e Jeff Bridgesdecidirem o que seria mais dramático.

Uma salva de palmas - Batman: O Cavaleiro das Trevas
E finalizando a lista com mais um momento brilhante de Heath Ledger no papel de Coringa, temos uma cena que certamente definiu o personagem no filme. Assim que James Gordon "retorna dos mortos" e é bem sucedido na captura do vilão, ele é recebido com aplausos na delegacia de Gotham. Porém, quando todos param de bater palmas, podemos ver o Coringa, em sua cela, aplaudindo tão fortemente quanto todos os outros.
A cena foi recebida no set com torpor por parte do elenco e logo o diretor Christopher Nolan resolveu inseri-la no filme, repetindo algumas tomadas para mostrar Ledger em sua total glória e insanidade.







Compartilhe:

0 comentários