PRÉ conceito musical .




Eu já repeti muitas vezes por aqui que sou movida pela musica .Ouço o tempo inteiro em qualquer situação .
Música sempre foi o remédio mais eficiente para qualquer sintoma que já tive .
Nessa semana estou fazendo um projeto residencial que tem me tirado o sono , e é claro , que para relaxar, coloquei  uma trilha sonora  para abalar  minha doce tortura .
Comecei ouvindo a música Chandelier -Sia  , uma das minhas favoritas no momento . Quando ela acabou eu deixei que o YOUTUBE decidisse por mim . Nessas horas eu sempre descubro músicas incríveis .
Rodou muita música que eu conhecia . Música foi , música veio , até que uma música diferente começo a tocar , eu curti o ritmo , a melodia , as vozes e tudo mais .
Quando abri  a pagina do YOUTUBE para ver quem cantava levei um tapa na cara.

A música era da banda One direction , agora você deve estar se perguntado : "Tá , mas o que que tem Pathy?"  ,eu lhe respondo . Eu sempre tive , sem admitir , um PRÉ conceito musical muito forte . Desde que me lembro sempre mantive a ideia , guardada no meu mais intimo pensamento ,que minhas músicas eram as melhores .Seja porque passavam mensagens bonitas ou porque tinham as melhores melodias.Sempre amei MPB mas já  tive minhas fases Rockeira ,sertaneja , fã de restart , fã de Justin Bieber e etc . Fui crescendo e achando que apenas o MPB e o Rock prestavam. Parei de ouvir artistas como Restart e Justin Bieber   por achar que as musicas deles são ruins , OI? pois é .
O tempo foi passando , fui amadurecendo e  nos últimos anos parei de me limitar ao Rock e MPB e comecei a ouvi outros estilos musicais tipo , Rggae , Pop , Country e etc . Meu lema deixou de ser "Rock na veia funk  na cadeia" , e passou a ser "Se a letra for boa pode ser o que quiser ."
Mas mesmo assim quando se tratava de One direction , Justin Bieber, Ariana Grande e esses artistas Teens  eu sempre dizia "Não gosto" sem nem perceber que NUNCA havia parado para ouvir uma música sequer deles . Fui PREconceituosa  e achei que eram ruins porque muita gente também achava .
Esse PRÉ conceito que eu tive me impediu de curtir músicas incríveis .As músicas dessa galera  me conquistaram .
Ouvi uma lera de músicas do One direction  , Drag me down  foi a  que  mais me embalou , Ariana Grande gente como  a voz dessa menina é incrível , Me deixei envolver por What do you mean ? e Sorry do Justin Bieber sem  medo e sem vergonha do que as pessoas aqui de casa iriam achar .
E no fim , acho que esse sempre foi meu problema . Deixei de ouvir músicas incríveis por medo do que as pessoas ao meu redor iriam achar de mim .
E agora me pergunto :Quando foi que eu deixei de ouvir o que eu queria para ouvir o que os outros diziam ser melhor ?
Lembro da época do Restart , Cine , Hori , etc quando todos me diziam ser ridículo e eu ligava o foda-se e ouvia mesmo assim . Passei os últimos anos sentindo vergonha dessa Patrícia , quando na verdade tinha que sentir vergonha do que me transformei com o tempo .
A música é o melhor remédio , não importa se é Rock , funk , Pop, pagode , sertanejo que seja , só sinta a mensagem e se deixe curar .

Compartilhe:

8 comentários

  1. Eu confesso que tb tenho um preconceitozinho as vezes kkkk Mas qd me permito escutar acabo gostando, igual aconteceu com vc. Detesto essas pessoas que acham que só o que elas gostam é bom. Tem coisas que são boas mas eu não gosto, tipo música clássica, então não vou ouvir tb só pra dizer que tenho cultura...! Adorei conhecer o blog de vcs, já to seguindo, bjus!!!

    bomhumornaosaidemoda.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Concordo com você , devemos ouvir o que nos faz bem !
    Muito obrigada por fazer parte do nosso cantinho <3 volte sempre

    ResponderExcluir
  3. Nunca tive vergonha do meu gosto musical, gosto de tudo um pouco, de verdade heueheu Muito bom você falar desse assunto. Não devemos deixar de fazer algo por causa de alguém, chato :p
    Bejos <3
    Sentimentos Apurados ☮

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo ! Muitas vezes somos influenciados de forma tão sutil que nem percebemos que deixamos de lado o que gostamos por causa de gente chata .
      Fico MUITO feliz que tenha gostado <3

      Excluir
  4. Hey, Pathy! Como vai?
    Adorei o tema do seu post! Ele meio que me definiria há uns tempos atrás.
    A verdade é que não tenho preconceito musical, sabe. Ouço de tudo, até pq cada uma das pessoas que convivo curte um gênero diferente - e acabo ouvindo de tudo, sem reclamar.
    O engraçado é que ouço tudo... mas nem todos ouvem o que eu digo gostar, rs. E isso me deixa tiririca da vida, pois muitas das vezes dizem que não gostam sem nem mesmo terem ouvido - meu pai é mestre nisso! kkkkkkkkkkkk

    Post sensacional, adorei!

    Beijos
    Fabi Carvalhais
    pausaparapitacos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi Fabi . Eu sem BEM como você se sente . Da uma raiva imensa quando desprezam o que gostamos sem nem ao menos dar uma chance .
      Fico muito feliz que tenha gostado do meu post <3 Muito obrigada pela visita , volte sempre . Beijos

      Excluir
  5. MEU DEUS! você falando de Restart, Cine e Hori, eu ouvia tanto essas bandas. Hoje mesmo me peguei cantarolando Cores do Cine, era uma época em que eu não ligava para o que os outros iam pensar, só nas músicas que eu gostava. Depois de um tempo eu realmente parei de me importar e a valorizar bons artistas. Alguns eu realmente não gosto, mas em compensação eu só falo isso depois de ouvir uma ou duas músicas. Amei o seu texto! <3

    Beijos,
    rodoviadezenove.com.br

    ResponderExcluir
  6. "E as cores la foraaa me disseram pra continuar" meu Deus que nostalgia que deu agora kkkkk
    Fico muito feliz que tenha gostado <3

    ResponderExcluir